Jazz Café

JazzBB Especial Mês das Crianças com Brasileirinhos - Música para os bichos do Brasil

sábado | 21_10 12h30h00


standards

cerebral

Um programa para famílias com bebês e crianças pequenas: um show de qualidade, um delicioso brunch e a casa em um ambiente preparado para receber os pequenos ouvintes! Em outubro com shows especiais e muito lúdicos no mês das crianças. 
A apresentação musical “Brasileirinhos - Música para os bichos do Brasil” é um passeio pela fauna Brasileira com canções, histórias e curiosidades sobre animais brasileiros, sempre com leveza e bom humor. Busca cativar as crianças com a graça das canções e despertar sua curiosidade sobre a rica, porém tão ameaçada, fauna brasileira.
O projeto surgiu a partir da série de livros ”Brasileirinhos” (Ed. Cosac & Naify), do poeta Lalau e de sua parceira ilustradora Laurabeatriz, que mostra às crianças mamíferos, aves, répteis e insetos que, a cada ano, infelizmente, integram as listas de animais em extinção em nosso país. O músico Paulo Bira, então, musicou vários desses poemas/bichos no CD homônimo lançado em 2010 que foi um dos 5 indicados ao prêmio Grammy Latino 2010 na categoria “melhor álbum de música para crianças”.
Em 2013, veio a continuação do projeto, Brasileirinhos vol. 2, onde foram musicados mais 16 poemas da mesma coleção, com participações super especiais de Chico César, Ceumar, André Abujamra, Marcelo Pretto, Marco Mattoli, Miriam Maria, entre outros.
As canções falam sobre alguns desses representantes da nossa fauna, ressaltando a personalidade ou alguma curiosidade sobre eles, e convidando o ouvinte a conhecer e se interessar mais pela natureza, pela fauna e, consequentemente, pela ecologia do nosso país.

Com Paulo Bira (violão e voz), Kennya Macedo (voz), Simone Julian (sax, flauta e voz), Edu Diegues (baixo) e Guegué Medeiros (bateria).

Abertura da casa: 12h | Duas entradas: 12h30 às 13h15 e das 14h30 às 15h15.
Entrada: R$25 (a partir de 16 anos), R$ 12,50 (11 a 15 anos), entrada franca (até 10 anos).
Opção de Menu ou de buffet (que é servido das 12h às 16h). 
Buffet: R$45 (adultos a partir de 16 anos, de 7 a 15 anos paga R$ 20,00)
Crianças até 7 anos de idade: gratuito tanto show quanto buffet;

Ingresso antecipado: 25 (a partir de 16 anos), R$ 12,50 (11 a 15 anos), entrada franca (até 10 anos)

Ingresso antecipado: R$25,00





Próximos Shows:

sábado | 21_10 22h

Rodolfo Stroeter, André Mehmari, Proveta e Tutty Moreno

No final da década de 1990, o reconhecido baterista baiano Tutty Moreno, teve a oportunidade de gravar um CD com a sua concepção musical e com repertório composto principalmente por obras de Dorival Caymmi, além de alguns dos mais renomados compositores brasileiros como Egberto Gismonti, Luis Eça e Joyce Moreno.

Para embarcar nessa viagem sonora, Tutty convocou um quarteto que contou com a presença do então jovem pianista André Mehmari (na época com 19 anos), com o saxofonista, clarinetista e arranjador Nailor Proveta, e com o contrabaixista produtor musical paulistano Rodolfo Stroeter. Tendo também como convidada especial a compositora, violonista e intérprete Joyce Moreno, o resultado dos três dias de gravação foi o CD ‘Forças D’Alma’.

Recebido pela crítica especializada do Brasil e do exterior como um dos mais significativos CDs de música instrumental brasileira, ‘Forças D’Alma’ criou corpo próprio e se transformou em referência para toda uma geração de novos músicos brasileiros.
 
Construído com base na composição de Dorival Caymmi, Gismonti, Eça e Joyce, o resultado é instigante e único. Atuando sempre pelo mote “desconstruindo para construir”, a criatividade do quarteto aponta para uma síntese improvisatória que combina lirismo, desconstrução rítmica e melódica e, ao mesmo tempo, instiga o ouvinte para várias audições que permitem a descoberta de uma renovadora maneira de interpretar e recriar clássicos como ‘Só Louco’, ‘João Valentão’, ‘A Lenda do Abaeté’ e ‘A Vizinha do Lado’ de Dorival Caymmi, além das composições de Joyce, ‘Baracumbara’ e ‘Forças D’Alma’, o lirismo de ‘Sanfona’, de Egberto Gismonti, e a reinterpretação do clássico ‘Imagens’, de Luiz Eça.

O quarteto prosseguiu seu caminho em outros dois CDs produzidos posteriormente ‘Nonada’ e ‘Nem 1 Ai’, ambos lançados em 2008, contando com as participações de músicos como Teco Cardoso, Toninho Ferragutti, Mônica Salmaso e Joyce Moreno.

Após um hiato de 8 anos, os quatro músicos voltam a se reunir em 2016 e preparam a gravação do tão aguardado novo CD do grupo. A maturidade do quarteto e sua capacidade criativa única, impulsiona a música brasileira para novos horizontes, comprovando a maioridade da nossa música instrumental e dignificando nossas fronteiras criativas, promovendo de maneira sólida e lírica nossos horizontes futuros de criação.

Noite imperdível!

Com Rodolfo Stroeter (contrabaixo), André Mehmari (piano), Proveta (saxofones e clarinete) e Tutty Moreno (bateria).


Entrada: R$45,00

terça | 24_10 21h

Thelonious Monk_100 anos por Pepe Cisneros Quarteto

Dia 10 de outubro deste ano marca o centenário de nascimento de um dos maiores gênios do Jazz, Thelonious Monk (1917-1982). Para celebrar sua música, convidamos o pianista cubano Pepe Cisneros para prestar uma homenagem especial.

O pianista e compositor conhecido por sua excentricidade, tem como marca a batida mais percussiva e rítmica, longos silêncios e dissonâncias e é responsável pela modernização do jazz ao lado de músicos como Miles Davis, por exemplo.

Admirador da compositores clássicos - Chopin, Bela Bartok, entre muitos outros - sua  sonoridade original flertava com a música de vanguarda.

Para Pepe, Monk é o melhor do jazz moderno. "As composições dele são lindas, loucas. Sou um admirador desde criança”, afirma. E tem uma uma relação com a música cubana. "A parte rítmica é muito semelhante”, conclui.

Nesta noite, temas de diferentes fases serão relembrados, como: Round Midnight, Monk’s Dream e Ruby, My Dear.

Pepe Cisneros, considerado um dos melhores pianistas da cena brasileira, estudou na “Escuela Nacional de Arte de Havana (ENA)”, e durante sua carreira já compartilhou o palco com os mestres Arturo Sandoval e Pucho Lopez. Hoje reside no Brasil e desenvolve sua carreira como pianista, arranjador e produtor musical. Entre seus trabalhos, atuações com Toninho Horta, Milton Nascimento, Caetano Veloso, Omara Portuondo e Elza Soares, entre muitos outros.

Com Pepe Cisneros (piano),  Wilson Teixeira (sax), Sidiel Vieira (baixo) e Cuca Teixeira (bateria).


Entrada: R$35

1° set: 21h 2° set: 22h30

quarta | 25_10 21h

Haley Peltz Quinteto

Haley Peltz apresenta um show de despedida após sua prolongada estadia em São Paulo, onde foi seduzida pelos sons da música local. A apresentação no JazzB será marcada por emoções de encontros e partidas, bem como pelas faíscas de criatividade que emergem do contato, choque e harmonia entre o jazz e a música brasileira. Nesta noite, com um grande time: Vera Figueiredo, Ge Cortes, Daniel Szafran e Claudio Faria.
 
Haley foi selecionada em primeiro lugar no Concurso de Canto Popular 2016 da EMESP por Arrigo Barnabé, Paulo Braga e Breno Ruiz; ela dividiu o palco ou fez participações como coralista em shows de: André Mehmari, Vanessa Moreno, Lívia Nestrovski, Eduardo Taufic e Antônio de Padua. Ela também estudou com Kurt Elling, Bob Stoloff, Andrea dos Guimarães, Sizão Machado e Zé Luiz Mazziotti.
 
Vera Figueiredo é professora e supervisora de cursos do IBVF | Instituto de Bateria Vera Figueiredo, na capital de São Paulo. Vem se apresentando em importantes festivais pelo mundo. Como integrante da Orquestra Avon, acompanhou a americana Diana King, Nana Caymmi, Milton Nascimento, Rita Lee e Margareth Menezes. Tocou com a cantora argentina Sol Alac e integrou o programa Altas Horas.

Ge Cortes tocou na Orquestra Jazz Sinfônica, na banda Altas Horas e na banda Kali, além de muitos outros trabalhos com o baixo elétrico e o acústico. Atualmente faz parte da Jazzmin’s Bigband como baixista e arranjadora e cursa a Pós – Graduação em Música Popular da Faccamp além de trabalhar como freelancer.

Daniel Szafran é pianista e multi-instrumentista desde os anos 1990. Desde então seu piano pop diferente emerge na colaboração com artistas e compositores como Edvaldo Santana, Paulo Lepetit e Zé Rodrix, entre outros. Com Maurício Pereira gravou e assina a co-produção do CD Mergulhar na Surpresa, participa de eventos coletivos como os promovidos na Casa do Povo e outras instituições, e em parceria com a ong Migraflix lidera a Mazeej, uma banda formada por músicos judeus, refugiados sírios, cristãos e muçulmanos que se dedicam a estabelecer diálogo através da música e da cultura.

Claudio Faria - Trompete e Flugelhorn, bacharelado pela USP, músico multimídia premiado atua como compositor e instrumentista nas áreas de Dança Contemporânea: prêmio Governador de São Paulo com a Cia Nova Dança Quatro: Cinema :trilha para Super Nada de Rubens Rewald, e Teatro: Emoções Baratas, de José Possi. Tocou e gravou com Elis Regina, Arrigo Barnabé e muitos outros. Atualmente é líder do Quarteto JazzBrasil, com composições próprias e de parceiros.

Com Vera Figueiredo (bateria), Ge Cortes (contrabaixo), Daniel Szafran (piano) e Claudio Faria (trompete e flugelhorn).


Entrada: R$35,00

quinta | 26_10 21h

Mano a Mano Trio

O grupo de música instrumental brasileira de Curitiba, Mano a Mano Trio apresenta-se pela primeira vez no JazzB. O trio que desenvolve um trabalho original através de um repertório de obras reconhecidas do cancioneiro popular e das vertentes modernas da música. A formação inusitada de clarinete, contrabaixo e percussão traz uma sonoridade peculiar, distinguindo-se pelos arranjos elaborados mesclados à improvisação. 

Formado em 2008 por  Sérgio Albach (clarinete), Glauco Sölter (contrabaixo) e Vina Lacerda (percussão), seu primeiro CD homônimo foi lançado em 2011 e traz obras de autores brasileiros consagrados e obras autorais.Convidado para se apresentar em diversos festivais de música no Brasil, América Latina e Europa, com destaque para o Festival Usinesonore (Suiça),Percfest (Itália) e Centenário de Machu Picchu (Peru), o grupo vem se destacando em seus concertos pela “roupagem” que dá às músicas, elaboradas a partir de distintas influências como o choro, a música erudita, o jazz e a cultura popular.

Neste novo projeto, o Mano a Mano Trio continua caminhando na direção de um novo conceito estético para a música instrumental brasileira atual, visitando e reformulando obras clássicas do repertório nacional. E, ao mesmo tempo homenageando grandes mestres da nossa cultura.
A gravação deste CD, a que se propõe como objeto último do projeto, trará o registro do resultado dos últimos anos de pesquisa e laboratório, de ensaios constantes e apresentações em festivais de música em todo o Brasil e exterior. Estes arranjos inéditos já foram amadurecidos, de forma
que o processo de gravação será "ao vivo" no estúdio. Entre os compositores contemplados estão os paranaenses radicados em Curitiba, o Maestro Waltel Branco e Glauco Sölter, o baixista do grupo.

Com Sérgio Albach (clarinete), Glauco Sölter (contrabaixo) e Vina Lacerda (percussão),


Entrada: R$35,00

sexta | 27_10 22h

Trio Corrente

O Trio Corrente faz dois shows especiais no JazzB apresentando o show que será realizado em sua turnê na Europa em junho de 2017. O público paulistano confere o repertório de músicas dos 4 CDs do Trio que será apresentado na Holanda, França e Espanha. 
Trio Corrente - formado por Fábio Torres (piano), Paulo Paulelli (baixo) e Edu Ribeiro (bateria) - é um dos grupos de maior destaque na cena da música instrumental da atualidade. Vencedor do Grammy Latino e do Grammy Americano com o álbum “Song for Maura” com Paquito D’Rivera, em 2014, o Trio volta aos palcos do JazzB, para encerrar as atividades do ano de 2016 no Brasil antes de se apresentar em Paris ainda em dezembro em Paris no prestigioso Olympia Hall, numa noite especial de revelações do Jazz.
Em uma sequência de dois shows diferentes, o Trio apresenta repertório de seus quatro discos, além de outros temas próprios e de outros grandes compositores. 
“O Trio Corrente é um vulcão.” - Paquito D’Rivera
"Trio Corrente, é a união de três talentos extraordinários fazendo música de verdade, música do coração!"- Rosa Passos
"No baixo, o excelente Paulinho Paulelli se juntará ao baterista Edu Ribeiro e ao pianista Fabio Torres sob o nome de Trio Corrente, a melhor formação do gênero em atividade no País"- Roberto Nascimento - Estado de São Paulo
“Fabinho, Paulelli e Edu são três craques que tocam com alegria, com prazer e partilham a música generosamente. Sou fã ardorosa de vocês, meus queridos!”- Leila Pinheiro

Com Fábio Torres (piano), Paulo Paulelli (baixo) e Edu Ribeiro (bateria). 


Entrada: R$45,00

sábado | 28_10 22h

Trio Corrente

O Trio Corrente faz dois shows especiais no JazzB apresentando o show que será realizado em sua turnê na Europa em junho de 2017. O público paulistano confere o repertório de músicas dos 4 CDs do Trio que será apresentado na Holanda, França e Espanha. 
Trio Corrente - formado por Fábio Torres (piano), Paulo Paulelli (baixo) e Edu Ribeiro (bateria) - é um dos grupos de maior destaque na cena da música instrumental da atualidade. Vencedor do Grammy Latino e do Grammy Americano com o álbum “Song for Maura” com Paquito D’Rivera, em 2014, o Trio volta aos palcos do JazzB, para encerrar as atividades do ano de 2016 no Brasil antes de se apresentar em Paris ainda em dezembro em Paris no prestigioso Olympia Hall, numa noite especial de revelações do Jazz.
Em uma sequência de dois shows diferentes, o Trio apresenta repertório de seus quatro discos, além de outros temas próprios e de outros grandes compositores. 
“O Trio Corrente é um vulcão.” - Paquito D’Rivera
"Trio Corrente, é a união de três talentos extraordinários fazendo música de verdade, música do coração!"- Rosa Passos
"No baixo, o excelente Paulinho Paulelli se juntará ao baterista Edu Ribeiro e ao pianista Fabio Torres sob o nome de Trio Corrente, a melhor formação do gênero em atividade no País"- Roberto Nascimento - Estado de São Paulo
“Fabinho, Paulelli e Edu são três craques que tocam com alegria, com prazer e partilham a música generosamente. Sou fã ardorosa de vocês, meus queridos!”- Leila Pinheiro

Com Fábio Torres (piano), Paulo Paulelli (baixo) e Edu Ribeiro (bateria). 


Entrada: R$45,00

sábado | 28_10 12h30

JazzBB Especial Mês das Crianças com Isadora Canto

Um programa para famílias com bebês e crianças pequenas: um show de qualidade, um delicioso brunch e a casa em um ambiente preparado para receber os pequenos ouvintes! Em outubro com shows especiais e muito lúdicos no mês das crianças.  
Feito para pais e filhos ouvirem juntos e identificarem o “amor cantado” que Isadora destaca em suas músicas, o show ‘Vida de Criança’ trata sobre questões reais da infância, sem recorrer apenas ao lúdico e o divertido.  Experiências como o medo do escuro, a dificuldade da criança em transitar da fralda para o penico e a dificuldade de entender o próprio corpo também viraram canção e são refletidos por pais e filhos. ”Quero falar sobre uma infância que existe”, diz Isadora.
Com opções minimalistas, Isadora tem a preocupação de não superestimular os pequeninos com muitas cores, barulhos e excessos. Na contramão dessa tendência, suas músicas refletem sobre o contato dos pequeninos com os sons da natureza, os brinquedos artesanais, o reconhecimento do próprio corpo e outras sensibilizações mais naturais e espontâneas.

Com Isadora Canto (voz), Tiago Pitía (cordas) e Mauricio Orsolini (piano).
Abertura da casa: 12h | Duas entradas: 12h30 às 13h15 e das 14h30 às 15h15.
Entrada: R$25 (a partir de 16 anos), R$ 12,50 (11 a 15 anos), entrada franca (até 10 anos).
Opção de Menu ou de buffet (que é servido das 12h às 16h). 




Entrada: R$25,00